quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Buenos Aires Romântica

Olá meninas e meninos,

Buenos Aires - Manual de Instruções:

Uma leitora querida, a Larissa, me sugeriu escrever um post sobre Buenos Aires. Gostei tanto da ideia que resolvi escrever vários ao invés de um. Eu não sei se Buenos Aires é o destino de lua de mel ou de uma viagem romântica da leitora, mas resolvi dar esse olhar já que pode servir à noivinhas de plantão.

Algumas dicas serão óbvias - já que necessariamente terei que falar de lugares a visitar - mas outras são menos corriqueiras e fruto da experimentação. Eu adoro Buenos Aires, e entre trabalho e férias eu já perdi a conta de quantas vezes fui...é meio disneylandia mesmo...tenho um tempinho, corro pra lá. Além disso, tenho alguns amigos portenhos, o que sempre é uma ótima desculpa para um fim de semana.

Vamos começar pelo planejamento da viagem, dicas de hospedagem, depois seguimos para lugares a visitar, dicas de compras e restaurantes, e por ai vai.

Hoje vamos planejar a viagem:

Documentos

1 - Como vocês já sabem, não é necessário passaporte para viajar a Argentina. Isso porque há um acordo no MERCOSUL para facilitar o trânsito de pessoas entre os países membro. Além dos países do MERCOSUL outros países (considerados associados) também assinaram esse documento: Bolivia, Chile, Equador, Peru e Venezuela - se informe caso viaje a esses destinos!

2 - Se a sua identidade não possuir prazo de validade, beleza! Se possuir, certifique-se de que você está com a mesma vigendo. Os prazos do Brasil valem para o MERCOSUL.

3 - De qualquer maneira, se puder, tire logo esse passaporte! rs Vai que você pretende viajar ano que vem, na comemoração do aniversário de namoro, casamento etc.

Bagagem

1 - As cia aéreas variam seu limite de bagagem por passageiro. Estamos falando de 20 a 32 quilos se você não é um passageiro classe A ou AA (esses tem outros limites, claro!).

2 - Mesmo que você seja mega exagerada e leve sempre o armário inteiro para um fim de semana na serra, acredite em mim, você vai se arrepender de levar um mundo de coisas. Primeiro que é um fardo colocar a mala no taxi, achar as coisas depois, e pior, colocar de volta as roupas usadas e aquelas sacolinhas-de-presentinhos-que-você-comprou-para-fulano... Além disso, realmente é impossível não comprar roupas, bolsas, botas e vinhos por lá...você vai acabar caindo em tentação.

3 - Você ama vinhos? Bom, a Receita mudou as regras há pouco tempo e você pode trazer até 12 litros de bebidas - consideradas para uso pessoal. Então, pense que eles pesam e ocupam volume. Isso tem que entrar na sua conta na hora de fazer a bagagem. Seja para levar menos roupas, seja para levar uma outra bolsa. Claro que você não pode trazê-las na bagagem de mão, exceto as que forem adquiridas no free shop.

Dinheiro

1 - Você pode trocar seus reais no Brasil ou na Argentina. Eu costumo trocar no Banco de la Nación no próprio aeroporto (costumo chegar em Ezeiza). Essa agência fica fora do desembarque (coladinho na saída do desembarque na verdade). As cotações são sempre melhores que nas casas de câmbio.

2 - Se você precisar trocar mais dinheiro já na cidade: há várias casas de câmbio no centro da cidade. As cotações de câmbio dos hotéis são sempre mais altas. Se você puder prefira trocar no Banco de la Nacion ao lado da Casa Rosada (na esquina). O câmbio fica no subsolo. Atenção que nem todo Banco de la Nacion faz câmbio em Reais...esse faz (se ficar na dúvida, pergunte antes de entrar na fila).Outras informações vá ao site deles aqui.


Roupas

1 - Isso varia de quando você vai viajar. Quando faz calor é calor meeeesmo....quando faz frio é de matar...rs Então veja a metereologia antes de arrumar as malas.

2 - Se você vai no reveillon, já deve saber que branco é uma tradição do Brasil! Não espere essa simbologia nas ruas. Aliás, se você vai no reveillon, tente se programar e ver o que vai rolar no seu hotel ou numa boite, algo assim...muitos restaurantes fecham e a população local dá uma sumida da cidade. Não é um destino de grandes festas nas ruas nesse período.

3 - Se você não é do sul do país e vai viajar no inverno, deixe para comprar casacos e botas por lá (claro se você já não os tiver)...os preços compensam se você fugir das ruas-pega-turista-óbvias (o capítulo de compras ainda vem ai, aguarde).

Acho que é isso por hoje. Amanhã tem mais.

Beijos,
Re

2 comentários:

Mariane Queiroz disse...

Amei o post.....era tudo que eu precisava saber...Estou aguardando os proximos com mais informações...

Bjs e ate mais.....

Larissa disse...

Nossa que post perfeito! Já li, e anotei cada detalhe. Estou ansiosa pelo proximo!! Muito obrigada.
Bjos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...